Ponte de Lima convidado para participar na candidatura ao Programa Europeu Horizon 2020

Ao abrigo do Projeto LIFE FLUVIAL com apoio do Município

Ponte da Lima | O convite para participar na candidatura ao Programa Europeu Horizon 2020 (H2020), ao abrigo do aviso “Construir um futuro com baixo teor de carbono e resiliente ao clima: Pesquisa e Inovação no suporte ao Acordo Verde Europeu”, partiu da Universidade Alemã de Duisburg-Essen, que assume a coordenação dos trabalhos de elaboração e submissão da candidatura, após ter tido conhecimento da intervenção em curso, ao abrigo do Projeto LIFE FLUVIAL, na Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos.

Será de referir que, entre outros resultados, o Projeto Europeu LIFE FLUVIAL, que se encontra em execução sob coordenação, em Portugal, da investigadora Patricia Maria Rodríguez González, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, com o apoio do Município de Ponte de Lima, promoverá, em terrenos do município na área protegida, o restauro ecológico de cerca de 21,3 hectares do habitat prioritário 91E0* (Florestas aluviais de amieiro), melhorando de sobremaneira o seu estado de conservação e por conseguinte, produzindo impactes positivos sobre a biodiversidade, conetividade entre habitats e nos serviços dos ecossistemas prestados pelos mesmos.

“O Projeto Europeu LIFE FLUVIAL, que se encontra em execução sob coordenação, em Portugal, da investigadora Patricia Maria Rodríguez González, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, com o apoio do Município de Ponte de Lima”

As primeiras ações tendentes ao restauro deste habitat já foram concretizadas e envolveram: i) a promoção da regeneração natural, mediante a técnica denominada restauro passivo, que consiste na criação de condições para a recuperação natural do coberto vegetal; ii) a eliminação de eucaliptos; e iii) o controlo de espécies invasoras lenhosas. Brevemente, como reforço das ações anteriores, serão realizadas as ações de restauro ativo do coberto vegetal típico dos habitats em causa.

O restauro do habitat prioritário 91E0* na Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos foi selecionado com um dos 17 casos de estudo, distribuídos por 14 países da Europa, que integram uma candidatura dirigida a otimização da eficiência do restauro ecológico numa perspetiva de inovação e de transferência de conhecimento entre regiões.

A candidatura ao Programa H2020, de acordo com o resumo disponibilizado no portal europeu de financiamentos e propostas, pretende gerar contributos para que seja possível operar uma mudança sistémica da sociedade no sentido de ser garantida a prosperidade económica, o bem-estar humano e a paz social.

Neste contexto, o restauro ecológico de ecossistemas, usando soluções baseadas na natureza, é encarado como a chave para essa mudança, na qual os ecossistemas húmidos de água doce têm um papel central.

Outros artigos