Navio construído em Viana lidera operação da NATO no Mediterrâneo

Para chefiar a operação “Sea Guardian”

Viana do Castelo | O navio de patrulha oceânica da Marinha, NRP Viana do Castelo, partiu hoje de Portugal para chefiar a operação “Sea Guardian” no mar Mediterrâneo, de forma a proteger a região em termos de segurança e para prevenir ações terroristas, foi hoje anunciado.

O capitão-de-mar-e-guerra Neves Rodrigues desempenhará o cargo de comandante da força, a bordo do NRP Viana do Castelo. Este navio é comandando pelo capitão-de-fragata Paciência da Silva e conta com uma guarnição de 45 militares.

O Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo foi construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e foi aumentado ao efetivo dos navios da Armada em 30 de dezembro de 2010, de acordo com aquele organismo.

Portugal prevê empenhar 1.440 militares dos três ramos das Forças Armadas em Forças Nacionais Destacadas (FDN) no estrangeiro em 2022, num total de 30 missões internacionais, de acordo com um documento oficial do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

Outros artigos