CIM Alto Minho impulsa o projeto Educa Care sobre educação, saúde e bem-estar

Em parceria com o CENFIPE para toda a comunidade educativa do Alto Minho

Viana do Castelo | Desde março de 2020 a pandemia COVID-19 impôs uma nova ordem, um novo ritmo à Humanidade. Nunca na história se verificou um confinamento à escala mundial, acarretando o uso de máscaras e do gel, o distanciamento físico, o medo da infeção, a crise económica, a incerteza e o medo no futuro. Hábitos e rotinas familiares e sociais sofreram um impacto significativo. As visitas à família e aos amigos foram substituídas por videochamadas.

O teletrabalho ganhou terreno e muitas empresas encerraram por tempo indeterminado. A educação foi convocada a singularizar-se, reinventando-se e buscando novas possibilidades, através do uso das tecnologias digitais e de ambientes virtuais de aprendizagem. A ansiedade, a angústia, o stress, o “burnout” tornaram-se a face visível de uma saúde mental profundamente afetada.

Neste contexto, e tendo em conta todas as alterações a que a comunidade educativa tem estado sujeita, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), em parceria com o CENFIPE, vai realizar a iniciativa “Alto Minho EDUCA CARE”, no âmbito do projeto “+REDE”– COORDENAÇÃO, DINAMIZAÇÃO, ACOMPANHAMENTO E MONITORIZAÇÃO TRANSVERSAL DO PIICIE –  “Alto Minho – School4All”, financiado pelo Norte 2020, que irá decorrer entre 8 de maio e 26 de julho, maioritariamente em formato digital, devido às atuais restrições.

Tendo como principal público-alvo os docentes, alunos, os encarregados de educação, a restante comunidade educativa, mas também aberta ao público em geral, este conjunto variado de eventos pretende transformar a forma como se lida com as tensões do quotidiano laboral, ajudar a compreender a nova realidade em que vivemos, cuidando da saúde física e mental da comunidade educativa.

Proporcionar a reflexão sobre os desafios e inquietações do teletrabalho e do ensino à distância, reforçar hábitos de atividade física e nutrição saudável, auxiliando a gestão do impacto dos efeitos secundários do isolamento e da pandemia, serão alguns dos focos das várias iniciativas, que compõem um cartaz recheado de personalidades, como a jornalista da TVI, Conceição Queiroz, a Monja Coen, o professor Clóvis ou a professora Rosana Alves, que vão trazer uma nova forma de abordagem das várias problemáticas. As ações de capacitação, “webinar” e “talks” são as principais propostas apresentadas nesta iniciativa, que integra ainda a realização de workshops temáticos de nutrição e bem-estar.

O arranque do EDUCA CARE é já no dia 8 de maio, pelas 19h, em formato online, através da realização da ação de capacitação, subordinada ao tema: CONFINAMENTO E SAÚDE – O IMPACTO NA COMUNIDADE E AS ESTRATÉGIAS DE RESILIÊNCIA, abordado por duas figuras de destaque: Manuel Pinto Coelho (médico especialista em medicina funcional) e Carlos Neto (professor catedrático na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa). As inscrições deverão ser efetuadas através do seguinte link: https://educacare.cenfipe.edu.pt/#eventos.

O programa e mais informações sobre esta iniciativa estão disponíveis no site https://educacare.cenfipe.edu.pt/ e no Youtube em https://youtu.be/G9m8lj8THEQ.

Outros artigos

Os nosos anunciantes son importantes para nós.
Fainos o favor de desactivar o bloqueador de anuncios ou
engadir este sítio a túa lista branca.

Grazas!