• Segue conectado
  • |

Queima de Judas 2018 – Queima Vermelha

População desafiada a 'vestir-se' de vermelho para Queima(r) Judas

Vila Nova de Cerveira | Criativa, enigmática, festiva, surpreendente… É a contagem decrescente para a Queima de Judas 2018 – Queima Vermelha, dia 31 de março, pelas 23h30, no centro histórico de Vila Nova de Cerveira. Este ano, a ‘Vila das Artes’ vai vestir-se de vermelho invocando o sangue derramado e o fogo purificador, culminando num cenário verdadeiramente apocalíptico.

Na Bíblia, o vermelho simboliza a humanidade e a vida. Surge associado ao sangue de Jesus, ao amor de Deus, ao sangue do cordeiro, à expiação e à salvação. É ainda a cor do pecado, do diabo e da tentação. A morte de Judas dá-se num local chamado “Campo de Sangue”. Procurando uma maior interação e envolvimento da população, os promotores deste espetáculo – Comédias do Minho e Município de Vila Nova de Cerveira – pretendem recriar este manto vermelho. Para isso, o desafio lançado a cerveirenses e visitantes é o de que saiam à rua vestidos de vermelho para queimar Judas.

Com cerca de uma centena de intervenientes, a comemoração desta festa popular será feita em percurso, que se divide entre sagrado e profano, composto por sete pontos-chave com música ao vivo, dança, cor e muita festa até chegar ao dia do Julgamento Final, onde Judas será julgado e queimado num cenário de grande escala.

A “Queima de Judas” é uma festa popular que tem lugar no sábado que antecede a Páscoa na qual se recupera o ritual pagão da morte do ano velho e da chegada da primavera. Numa representação de pendor simultaneamente sagrado e profano, ritualiza-se a morte de Jesus Cristo, condena-se Judas, o traidor, convocam-se os vivos e os mortos e expurgam-se todos os males para comemorar o início de um novo ciclo.

ATELIÊ DE CONSTRUÇÃO DE “JUDINHAS”

DE 27 A 29 MAR | CINETEATRO VN CERVEIRA | 14H00 -17H00
Este ateliê de construção de “Judinhas” é já uma tradição deste espetáculo comunitário. São utilizados materiais reciclados para a construção destas figuras, e todos podem participar neste ateliê, independentemente da idade.
Os “Judinhas” são distribuídos à população no sábado à noite (dia 31) para que se cumpra o ritual de brandir os “Judinhas” ao mesmo tempo que Judas é queimado.

FICHA TÉCNICA

ENCENAÇÃO Joana Magalhães
AUTOR TESTAMENTO José Lopes Gonçalves
INTERPRETAÇÃO Atores e equipa CdM e atores amadores de VN Cerveira
MÚSICA Bernardo Soares, Catarina Santos, Dj Klarion, Isabel Carvalho, Pedro Lameira, Ricardo Casaleiro, Vasco Ferreira, e outros convidados especiais
VIDEOPROJEÇÃO Diogo Carvalho
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL Grupo de Motards associados à MOTOTERRA, Associação CATT- Amigos de Cerveira Todo o Terreno, colaboradores da Câmara Municipal de VN Cerveira, Bombeiros Voluntários de VN Cerveira
ORGANIZAÇÃO Município de Vila Nova de Cerveira
PRODUÇÃO Comédias do Minho

Publicado o 21 Mar 2018 en Axenda, Vila Nova de Cerveira.
Síguenos no noso canal do TELEGRAM

Iniciar sesión

Uso de cookies

Este sitio web utiliza as cookies para que vostede teña unha mellor experiencia de usuario.
Si continúa navegando está a dar seu consentimento para a aceptación das mencionadas cookies e a aceptación da nosa política de cookies.
Faga click no enlace política de cookies para maior información. ACEPTAR

Aviso de cookies