• Segue conectado
  • |

Marta Sanchez Quintet , o melhor Jazz Internacional no Teatro Diogo Bernardes

A pianista madrileña trunfa en Nova Iorque

Ponte de Lima | O Teatro Diogo Bernardes de Ponte de Lima acollerá a actuación de Marta Sánchez Quintet o vindeiro  3 de novembro ás 21h30.

Nascida e criada em Madrid, Espanha, a pianista e compositora Marta Sánchez trabalha actualmente na área musical criativa contemporânea em Nova York e no resto do mundo.

Depois de terminar os estudos clássicos no Conservatório, iniciou estudos de jazz em diferentes escolas, destacando-se alguns professores deste período: Guillermo Klein, Sam Yahel, Aaron Goldberg, Aaron Parks, de entre outros. Em 2011, foi premiada com uma bolsa Fulbright, o que lhe permitiu continuar os estudos na Universidade de Nova York (M.M.), com professores como Ralph Alessi, Jean Michele Pilc, Kenny Werner, Andy Milne ou Chris Potter, entre outros.

A sua discografia, como líder, conta com quatro álbuns, dos quais irá apresentar em Ponte de Lima, o mais recente, Danza Imposible.

Na sua primeira semana, Danza Imposible obteve uma excelente crítica no New York Times e uma das suas músicas, Flesh, integrou a respectiva playlist.

O álbum anterior, Partenika, lançado no Fresh Sound New Talent (2015), foi analisado por Ben Ratliff para o New York Times da seguinte forma: “É um registo ambicioso de um novo grupo forte”, não perdendo a oportunidade para o incluir como uma das 10 melhores gravações do ano, de entre todos os géneros musicais. Também a Downbeat incluiu-o na sua lista das melhores gravações de 2015. Por sua vez, a All Music e a Jazz Journalist Association classificaram Partenika como uma das melhores gravações de jazz de 2015.

Marta recebeu alguns prémios: ganhou o primeiro prémio no concurso de jazz internacional Debajazz, com a banda Zafari Project; o primeiro prémio no Jazzargia International Jazz Contest, com Javier Moreno Trio; e o primeiro prémio no San Martin de la Vega Jazz, com Natalia Calderon Quartet.

É a única música espanhola que foi selecionada em três ocasiões pela AECID (Agência Governamental Para a Cooperação Internacional Para o Desenvolvimento) para representar a Espanha em festivais de jazz em diferentes países da América do Sul, América Central e Europa – com sua própria formação em duas ocasiões (2009 e 2012) e com Natalia Calderon Quartet (2009). Em 2010, recebeu o “Touring Grant” A.I.E en Ruta, da Associação Espanhola de Músicos.

Actuou nos Estados Unidos, Europa, América do Sul e América Central, em locais de prestígio e festivais proeminentes, como o Festival de Jazz do Mar do Norte, na Holanda; Eurojazz na Cidade do México; Eurojazz em Atenas; Festival de Jazz Vitoria Gasteiz e Madrid Jazz Festival.

Foi premiada com uma MacDowell Fellowship (bolsa de estudo), em 2017.

Bilhetes à venda (3,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Publicado o 1 Nov 2017 en Axenda, Ponte de Lima.
Síguenos no noso canal do TELEGRAM

Iniciar sesión

Uso de cookies

Este sitio web utiliza as cookies para que vostede teña unha mellor experiencia de usuario. Si continúa navegando está a dar seu consentimento para a aceptación das mencionadas cookies e a aceptación da nosa política de cookies. Faga click no enlace para maior información. ACEPTAR

Aviso de cookies