Inaugurada nova sede da Eurocidade Monçao-Salvaterra

eurocidade

Monçao | A sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño foi inaugurada esta segunda-feira, 1 DE MAIO, FERIADO NACIONAL NO PARQUE DA LODEIRA, com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luis Carneiro, e o Vice-Presidente da Xunta da Galicia, Alfonso Rueda Valenzuela.

A nova estrutura ficará instalada no antigo edifício da PIDE após obras de requalificação/adaptação daquele espaço. Símbolo de opressão e repressão durante o Estado Novo, imóvel assumir-se-á, a partir de agora, como ponto de partida para o reforço de atividades conjuntas entre as duas localidades vizinhas unidas pelo Rio Minho.

Após a cerimónia oficial, segue-se o descerramento de placa e visita às instalações. Pelas 17h00, tem lugar a abertura da sede da Associação ATEARAIA – Associação Transfronteiriça de Educação Ambiental, no edifício da antiga guarda-fiscal, também ele objeto de recuperação.

Neste local, proceder-se-á à inauguração da exposição de fotografia “Portugal Subaquático”, da autoria de Luis Quinta, produzido pela CMIA de Viana do Castelo. O programa termina com um convívio popular, estando previstas atuações do grupo “Os Magníficos”, de Monção, e o “Grupo de Gaitas”, de Salvaterra de Miño.

Processo iniciado no 20º aniversário da ponte internacional

A abertura da sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño é mais uma etapa de um processo iniciado com a celebração do 20º aniversário da ponte internacional entre as duas localidades raianas, no dia 28 de março de 2015, onde ambos os municípios assinaram um protocolo de geminação e procederam ao descerramento de uma placa com denominação da ponte “João Verde/Amador Saavedra”

Este documento representou um passo definitivo para a concretização da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, cujo acordo de princípios foi assinado no dia 13 de dezembro desse ano, no Cine Teatro João Verde, entre os dois municípios ribeirinhos e o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia – Norte de Portugal (AECT-GNP).

Naquele acordo, que formalizou a constituição da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, foram contempladas as principais áreas de interesse comum, destacando-se a dinamização do rio Minho, a potenciação conjunta da enologia e gastronomia local, a promoção e desenvolvimento do turismo através da divulgação do património natural e construído, e a valorização/criação de rotas turísticas e percursos pedestres.

Aquele documento privilegia também o empreendedorismo transfronteiriço, o intercâmbio desportivo, cultural e educativo, bem como a partilha de equipamentos coletivos, como piscina, biblioteca e museus, de forma a garantir escala e rentabilização económica. Outra das vertentes deste “casamento” será o recurso a programas comunitários transfronteiriços.

Outros artigos

Os nosos anunciantes son importantes para nós.
Fainos o favor de desactivar o bloqueador de anuncios ou
engadir este sítio a túa lista branca.

Grazas!