Nova esposiçao da Fundação Bienal de Arte de Cerveira

 

Vila Nova de Cerveira | Mostrar como convivem e dialogam no acervo as várias representações da figura humana, desde as mais tradicionais até às resultantes das novas tecnologias, é o objetivo da próxima mostra da Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC). A exposição “Diálogos no Acervo em Cerveira” permitirá ao público explorar esta temática a partir de cerca de 30 obras de arte contemporânea.

Ao longo da história da arte, a representação da figura humana esteve sempre presente, sendo transversal nas suas várias expressões, tendo as suas formas variado muito de época para época, de lugar para lugar.

Nesta exposição que inaugura no próximo sábado, às 16h00, no Fórum Cultural de Cerveira, “cada trabalho reflete uma particularidade própria e no contexto museológico tem a capacidade de geração de conhecimento e de significação, mediante o diálogo que estabelece com os outros trabalhos expostos, enfatizando o seu potencial estético a partir destas novas relações”, explica o coordenador artístico e cultural da FBAC, Cabral Pinto.

 

Através de trabalhos de pintura, escultura, desenho e gravura, representativos das tendências da arte contemporânea a nível nacional e internacional, será possível compreender que a representação e a expressão artísticas são condicionadas pelos códigos, valores e saberes de cada sociedade e de cada momento histórico.

Por altura da inauguração será ainda assinado um protocolo entre a FBAC e a Árvore – Cooperativa de Actividades Artísticas, C.R.L., promovendo a definição de projetos de reconhecido mérito e interesse mútuo para a promoção da cultura e do desenvolvimento das parcerias necessárias para a elaboração de atividades culturais conjuntas nestes que são dois espaços privilegiados de comunicação artística e cultural.

Outros artigos