Famalicão Made In em destaque na Feira Internacional de Luanda, em Angola

 

Famalicão Made InA iniciativa Famalicão Made In, promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, e a InvestPorto, da Câmara Municipal do Porto, estiveram em destaque na 32.º Feira Internacional de Luanda, Angola (Filda), que está a decorrer até domingo. Esta é maior feira intersectorial de Angola, contando com a presença de cerca de 800 expositores de 40 países. Os municípios portugueses participaram no evento a convite da Associação Empresarial de Luanda. O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, apresentou a iniciativa Famalicão Made In, perante empresários e vários responsáveis angolanos, durante o “Luanda Investement Fórum” que integrou a FILDA. Paulo Cunha destacou a capacidade exportadora do concelho, como terceiro município mais exportador de Portugal, com uma fileira industrial muito forte nos setores agroalimentar, têxtil e metalomecânica.

Para Paulo Cunha, a participação neste evento, revelou-se de grande importância, pois “para além de darmos a conhecer as potencialidades económicas do concelho, houve um encontro com os empresários famalicenses em Luanda e tivemos ocasião de visitar duas empresas famalicenses a Certave, ligada à Caixiave, e a Valinho que é uma empresa ligada ao grupo Primor. Foi uma oportunidade excelente para conhecermos a realidade angolana e para percebemos as circunstâncias que envolvem os empresários famalicenses.” Além disso, de acordo com o autarca, “a visita a Angola proporcionou ainda encontros importantes com governantes, como ministro da Agricultura, o governador da Província de Luanda, Administradores Municipais, entre outros”.

Outro dos assuntos que estiveram em cima da mesa foi a aproximação com o município de Viana, que, segundo Paulo Cunha “é um município com grande implantação industrial, onde vivem mais de dois milhões de pessoas e onde existe um polo industrial fortíssimo”. E acrescenta: “o objetivo é que no futuro próximo possamos desenvolver um acordo de geminação que aproxime os municípios, para dessa forma ajudarmos as nossas empresas que estão em Angola, e quem sabe possamos apoiar outras para que lá possam sediar os seus projetos”.

O autarca famalicense esteve ainda presente no “Luanda Investement Fórum” que decorreu em paralelo com a Feira Internacional de Luanda. Durante o evento foram abordados temas como “Investir na província de Luanda”, “Oportunidades de negócios e investimentos com Porto, Vila Nova de Famalicão e Cabo Verde” e “Bolsa de contactos e negócios com empresas do Porto e Vila Nova de Famalicão”, além da mesa redonda “Geminações, desenvolvimento e parcerias empresariais”.

Outros artigos