• Segue conectado
  • |

A "interfêrencia" do alvarinho na gastronomía local

Monção | Ao longo do certame, serão confecionados ao vivo vários pratos de carne e peixe tendo como base o vinho Alvarinho. Prevista também a apresentação da primeira jeropiga de Alvarinho.
A par do lançamento de novos produtos, provas organoléticas, conferências e “Conversas Soltas” promovidas pela Real Confraria do Vinho Alvarinho, a Feira do Alvarinho de Monção engloba diversas demonstrações gastronómicas, onde aquele produto endógeno da Sub Região de Monção e Melgaço interage com a gastronomia local.
Com a colaboração dos alunos do Curso Técnico de Restauração da EPRAMI, pólo de Monção, Vasco Pombo, professor do referido curso, e João Guterres, estudioso da gastronomia do Alto Minho, vão confecionar ao vivo vários pratos de carne e peixe em escabeche de Alvarinho.
A iniciativa, que decorre no segundo dia do certame, sábado, pelas 17h00, deverá reunir um considerável número de profissionais e amantes da cozinha local que, mais uma vez, aliará o requinte da tradição com a inovação de novas abordagens com base no vinho Alvarinho.
Além destas demonstrações gastronómicas, com a novidade da apresentação de pratos à base de Alvarinho, o certame, que decorre este fim de semana em Monção, no Largo da Antiga Estação da CP, apadrinhará o lançamento da primeira jeropiga de Alvarinho.

Publicado o 4 Xul 2012 en Cultura, Monção.
AVISO: Esta entrada ten máis de seis meses dende a súa publicación. É posible que o contido esté desactualizado.
Síguenos na nosa canle en TELEGRAM

Iniciar sesión

Uso de cookies

Este sitio web utiliza as cookies para que vostede teña unha mellor experiencia de usuario.
Si continúa navegando está a dar seu consentimento para a aceptación das mencionadas cookies e a aceptación da nosa política de cookies.
Faga click no enlace política de cookies para maior información. ACEPTAR

Aviso de cookies