• Segue conectado
  • |

Território comum de Cerveira e Tomiño vai ter APP de Turismo Acessível

Projeto é um dos vencedores da edição 2018 do Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño

Cerveira | Cerca 50 pessoas de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño participaram, esta sexta-feira, numa ação de sensibilização promovida em conjunto pela Escola Superior Gallaecia, ACAPO e Asociación de Persoas con Discapacidade Vontade, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, em torno dos obstáculos e barreiras arquitetónicas com que se deparam, no dia a dia, as pessoas com deficiência visual e/ou mobilidade reduzida.

O objetivo é, até final do corrente ano, disponibilizar uma aplicação para dispositivos móveis (APP) inclusiva, com o intuito de reforçar a acessibilidade e atrair visitantes com mobilidade condicionada para o território comum de Cerveira-Tomiño, através da criação de roteiros e percursos acessíveis com indicação dos principais pontos artísticos, culturais e turísticos e da sua acessibilidade (com audiodescrição).

A implementação deste projeto implica, por um lado, sensibilizar a comunidade e, por outro, alertar técnicos mais especializados para o conceito de design inclusivo. Neste sentido, a primeira atividade decorreu na envolvente do Fórum Cultural de Cerveira, com a Asociación Vontade (Tomiño) e a ACAPO a disponibilizarem alguns equipamentos (cadeiras de rodas, antifaces e bengalas), para que os participantes pudessem sentir na primeira pessoa as dificuldades das pessoas com deficiência visual e/ou mobilidade reduzida. Seguiu-se uma palestra mais técnica sobre espaços acessíveis e design universal, nomeadamente abordando exemplos concretos de soluções arquitetónicas no âmbito da acessibilidade para todos.

Da parte da tarde, o Aquamuseu do Rio Minho foi o primeiro espaço público a ser alvo de um levantamento técnico pelos alunos da ESG e da ETAP, ao nível de barreiras e apresentação de sugestões, ação que será alargada a outros espaços de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño.

Após esta recolha de informação, as três entidades promotoras avançam com o processo de experimentação de técnicas de design inclusivo para a criação da APP acessível, de forma a estar funcional no final de 2018.

De realçar que este projeto resulta da segunda edição do Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño, uma iniciativa pioneira na Euroregião Galiza-Norte de Portugal incluída na Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Amizade Tomiño-Cerveira, projeto cofinanciado ao 75% pelo programa INTERREG VA POCTEP, fundos FEDER da União Europeia.

Publicado o 10 Xuñ 2018 en Vila Nova de Cerveira.
Síguenos no noso canal do TELEGRAM

Iniciar sesión

Uso de cookies

Este sitio web utiliza as cookies para que vostede teña unha mellor experiencia de usuario.
Si continúa navegando está a dar seu consentimento para a aceptación das mencionadas cookies e a aceptación da nosa política de cookies.
Faga click no enlace política de cookies para maior información. ACEPTAR

Aviso de cookies