• Segue conectado
  • |

O município de Vila Nova de Famalicão e o município espanhol de Arteixo vão geminar-se.

NEA-VN de Famalicao

Vila Nova de Famalicão. | As duas capitais do Têxtil e da Moda da Euroregião Galiza – Norte de Portugal vão unir-se em prol de um projeto conjunto que visa o fortalecimento das duas comunidades a partir da partilha de informação, intercâmbio de experiencias e da promoção conjunta das suas potencialidades.

Vila Nova de Famalicão, um dos mais fortes municípios de Portugal em termos económicos, onde o sector têxtil e do vestuário tem a grande força do seu desenvolvimento, e Arteixo, onde teve origem e está sediada a Inditex, empresa que detém a insígnia Zara que emprega mais de 120 mil pessoas em todo o mundo, assumem a intenção de desenvolvimento de atividades conjuntas em diferentes sectores, tendo em vista o fortalecimento das respetivas comunidades e a sua afirmação no quadro da União Europeia .

Arteixo é um município da província da Corunha, comunidade autónoma da Galiza, com uma área de 94,62 km² e com uma população de 31 mil habitantes. O processo de geminação, que será objeto de análise na próxima reunião do executivo municipal famalicense, na quinta-feira, 11 de fevereiro, é apadrinhado pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia-Norte de Portugal (GNP-AECT).

Este novo processo em Vila Nova de Famalicão marca o início do desenvolvimento de uma nova filosofia de geminações que o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, quer desenvolver no contexto da Europa a 28. Com esta nova etapa, Famalicão quer aproximar-se da Europa, crescer em conjunto com municípios dos países europeus que tenham identidades próximas do ADN famalicense e aproveitar potencialidades comuns para o desenvolvimento mutuo.

“Estamos a abrir um novo ciclo de geminações, perspetivado como uma aposta estratégica de Vila Nova de Famalicão para a sua afirmação e crescimento à escala europeia. Queremos crescer com a Europa, sendo simultaneamente emissor e recetor de contributos válidos para esse crescimento”, explica Paulo Cunha.

A esta nova política de geminações não é naturalmente indiferente o quadro de oportunidades aberto pela União Europeia para o financiamento de programas de cooperação transfronteiriça, que facilita o desenvolvimento de projetos comuns entre cidades e regiões de diferentes países da União Europeia.

Publicado o 12 Feb 2016 en Comercio, Vila Nova de Famalicao.
Síguenos no noso canal do TELEGRAM

Iniciar sesión

Uso de cookies

Este sitio web utiliza as cookies para que vostede teña unha mellor experiencia de usuario.
Si continúa navegando está a dar seu consentimento para a aceptación das mencionadas cookies e a aceptación da nosa política de cookies.
Faga click no enlace política de cookies para maior información. ACEPTAR

Aviso de cookies