750 alunos participarão na final nacional do Corta-Mato em Valença

Este 1 e 2 de abril

Valença | Decorre no próximo dia 1 e 2 de abril, sexta-feira e sábado, em Valença, a final do Corta-Mato Nacional Escolar que marca o regresso das provas nacionais, depois da última se ter realizado em março de 2020.

Entre os 750 alunos participantes, que representam as Coordenações Regionais do Desporto Escolar do Norte, do Centro, de Lisboa e Vale do Tejo, do Alentejo e do Algarve, destaca-se a participação dos alunos da região autónoma dos Açores, que assim se juntam a esta prova, uma das grandes festas do Desporto Escolar e do desporto nacional. Os alunos presentes nesta importante competição nacional, resultam das fases de apuramento, escolar, local e regional, as quais envolveram muitos milhares de alunos e centenas de professores.

No dia 1 de abril, para além da receção das delegações participantes, temos a Cerimónia de Abertura, que decorrerá no Pavilhão n.º 1 de Valença, com a presença das entidades representativas do Ministério de Educação, do Município de Valença e das estruturas desportivas regionais e nacionais convidadas para o efeito.

No dia 2 de abril, junto às Muralhas da Fortaleza de Valença, considerada a mais importante fortificação do Alto Minho, teremos o início da prova, pelas 10h00 e onde os alunos irão competir, esperando-se uma manhã muito animada em terras minhotas.

O Corta-Mato Nacional Escolar é uma das mais emblemáticas provas do calendário desportivo anual do Programa do Desporto Escolar. De destacar a importância que o mesmo teve para alguns atletas referência no contexto do desporto nacional como é o caso da Marta Pen ou Patrícia Mamona.

Esta competição é organizada pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares – Direção de Serviços da Região Norte, sob a égide da Direção-geral da Educação – Divisão do Desporto Escolar.

Jovens reflorestaram Baldio de Cerdal
Alunos da E.S.C.E. – Escola Superior de Ciências Empresariais de Valença participaram numa ação de reflorestação, hoje, 29 de março, numa parcela de terreno junto ao Campo de Tiro de Cerdal.

100 árvores autóctones, pinheiro bravo, carvalhos e bétulas  foram plantadas nesta parcela de terreno dos baldios de Cerdal. Para a vice-presidente da Câmara, Ana Paula Xavier, “esta iniciativa pretendeu mobilizar os jovens para a valorização das florestas, um setor que esta autarquia pretende apostar como um dos pilares de desenvolvimento do concelho, não só pelo seu papel ambiental e paisagístico mas também económico”.

Esta reflorestação junta-se a duas já promovidas na última semana em São Pedro da Torre e Fontoura, com alunos das respetivas freguesias. Com estas iniciativas pretende-se transmitir, às novas gerações, a sensibilidade para os cuidados que cada um deve ter na conservação da natureza.

A ação foi promovida pela E.S.C.E. e Município de Valença e contou   com a colaboração do ICNF, Conselho Diretivo dos Baldios de Cerdal e GNR/SEPNA. No âmbito desta ação decorreu, hoje, também, a entrega da bandeira das Ecoescolas à ESCE Valença passando a integrar as escolas do concelho que tem uma preocupação e ação ambiental especial.

Outros artigos